O VAZIO

Fevereiro 5, 2007

1671.jpg

O vento…

Arrasta as folhas secas do chão,

Onde tu estavas

Aquele lugar, ficou triste e melancólico

O Sol…

Já não aquece esse lugar gelado,

Deixado por ti

Na tua ausência…

Disperso-me, já não penso

Divago em várias direcções

Tudo é complexo, difuso

Não consigo raciocinar 

Há um vazio asfixiante

Como se repente…

Me retirassem os pulmões

Estou cansado, extenuado

Deito-mo no sofá…

E deixo-me adormecer

À noite…

O vazio de ti, está lá

Na minha cama

Então aí, convenço-me

Que nada mais há a fazer

Acabou…

Anúncios

7 Responses to “O VAZIO”


  1. Belíssimos os seus poemas! parabéns!

  2. papagaio Says:

    Obrigada pela visita. Volta sempre!

    Beijinhos

  3. fontez Says:

    bonito post.
    gostei.
    bravo.

  4. fontez Says:

    adorei pra ja teu blog, interessante…
    …e como tal te adicionei ao meu.
    (espero poder…)

  5. papagaio Says:

    Obrigada pela visita, e pelos teus comentários. Claro que podes adicionar ao teu! Eu vou fazer o mesmo.

    Um abraço


  6. Mario,va la alegra esse espirito………..
    Beijinhos

  7. papagaio Says:

    Olá Teresa, como estás, tudo bem?

    Está tudo bem…há apenas momentos, em que sentimos alguma solidão. São momentos…

    Beijinhos para ti, minha amiga…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s