AQUELA LUZ

Fevereiro 18, 2007

bolacristal.jpg

A rua escura e deserta…

Se iluminou num instante

Uma luz…

Surge na escuridão misteriosa

Iluminando o meu caminho

Quantas vezes…

Tinha passado naquela rua

Escura como o breu

Sem luz, sem claridade

De repente…

Na penumbra da noite

Se fez dia

Iluminando o meu caminho

Aquela luz…

Que à muito ansiava

Surgiu finalmente

Naquela rua, escura e deserta

Aquela luz…

Eras tu, meu amor

Anúncios

3 Responses to “AQUELA LUZ”

  1. helena Says:

    O que escreves Mario é tao lindo, duma grande pureza,
    que fico sem saber que dizer

    um beijo

  2. papagaio Says:

    Helena minha amiga…que bem me fizeram as palavras que dizes. Tudo o que está contido neste poema, são palavras sinceras, que saem de dentro de mim. Neste momento… sinto essa luz, a iluminar de facto o meu caminho. Como gostaria que essa luz, me pudesse ilunminar os meus lábio sedentos de beijos…e meu coração aberto, para a receber. Como desejaria…

    Beijinhos

  3. papagaio Says:

    Helena minha amiga…que bem me fizeram as palavras que dizes.
    Tudo o que está contido neste poema, são palavras sinceras, que saem de dentro de mim.
    Neste momento… sinto essa luz, a iluminar de facto o meu caminho.
    Como gostaria que essa luz, me pudesse iluminar os meus lábio sedentos de beijos…e meu coração aberto, para a receber.
    Como desejaria…

    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s