INDEFINIDAMENTE…

Março 7, 2007

 sonho-1.jpg

No banco da frente da vida…

Sento-me, e espero

Ligo o motor tranquilamente

Deixando-me levar

Pelo seu baloiçar constante

E sonolento…

Encosto-me…

E deixo-me voar

Relaxadamente

Levemente…

Adormeço

Nesse torpor, nesse sono

Divago em várias direcções

Imaginando-te

Construindo-te

Á imagem desse sonho

Desse meu torpor…

No banco da frente da vida…

Conduzirei o meu futuro

No imaginário das emoções

E dos sentidos

Indefinidamente…

Anúncios

4 Responses to “INDEFINIDAMENTE…”


  1. Uma bela imagem para um belíssimo texto!
    Um abraço

  2. papagaio Says:

    Olá!

    Obrigada pelo comentário

    Beijinho

  3. MRelvas Says:

    Caro Margaride, ao passar pelos blogues que tenho no meu canto enunciados, verifico este ser seu também, pois já comentei estes poemas no canto poético.

    Mas este visual é mais modernaço!

    Está muito giro!

    Um abraço
    MRelvas

  4. papagaio Says:

    É verdade Relvas, assim acontece.

    Obrigado pela visita

    Abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s