OUTROS VENTOS

Março 16, 2007

 

05727_6141.jpg

Quanta tristeza me invade o coração,

Quanta amargura azeda a minha alma

Quanta melancolia me ofusca a emoção,

Quanta raiva me invade, em vez de calma!

 

Quanto silêncio de raiva ficou mudo,

Por não ter palavras para dizer

Faltam vogais consoantes falta tudo,

Que na garganta a dor, teima em conter!

 

Neste pranto, nesta angústia, nesta dor,

Navego eu perdido em alto Mar

Nas vagas à deriva, e a seu sabor,

Sem vislumbrar um cais, onde aportar

 

Porém tento seguir outros caminhos,

Outros rumos, outros ventos, outros mares,

Viajarei em turbilhão sempre sozinho,

Até que o vento me leve, a outros ares…

Anúncios

6 Responses to “OUTROS VENTOS”

  1. Caminheira Says:

    Fico grata por ser bem recebida no mundo da poesia …algo que me faz viajar não “ao sabor do vento” mas sim ao sabor do pensamento… foi por isso que mesmo sem pedir licença coloquei o link das “palavras soltas” no blog que dirijo
    Obrigado
    Bom fim de semana
    Caminheira

  2. papagaio Says:

    Olá caminheira!

    Grato pela tua simpatia. Claro que serás sempre bem recebida!

    É um enorme prazer, a tua presença amiga.

    Bom fim de semana

    Beijinhos

  3. Poeta Matemático Says:

    E o vento te levará, levemente…

    Como um beijo…

  4. papagaio Says:

    E o vento arrastará até mim, esse teu beijo…

    Beijo para ti poetinha matemática

  5. G Says:

    Existe sempre a esperança de outros caminhos…
    Abraço!

  6. papagaio Says:

    Há sempre esperança Gu…
    Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s