COM PALAVRAS

Março 19, 2007

 palavras_saem.jpg

Com palavras, vou criando o que não faço,
Outras vezes, enuncio o que faria,
Se, p’ra estar junto de ti, bastasse um passo
E esquecer, logo depois, bastasse um dia.

Com palavras, vou esculpindo a tua imagem
Que coloco no altar da tua ausência,
Porque, mais do que um desejo, uma miragem,
Um aroma ou um perfume… eu busco a essência!

Com palavras, enfeito a solidão
A que a minha utopia me condena,
Mas, nesta ‘pena’, dito a pena e a prisão,
Por isso a cumpro, infeliz, vil quarentena.

Com palavras, afugento nostalgias
Que por vezes, me assaltam como vagas,
Que ameaçam varrer sonhos, fantasias…
Que seria de mim, só, sem as palavras?

Anúncios

4 Responses to “COM PALAVRAS”

  1. Ludovicus Rex Says:

    Belo poema…

  2. papagaio Says:

    Obrigado amigo Ludo.

    Um abraço


  3. Com palavras tudo se faz, poemas lindos incluisé! Um abraço

  4. papagaio Says:

    Olá Goreti

    Obrigada pelas palavras

    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s