CHÃO DA TUA MÃO

Abril 15, 2007

folhas1.jpg

Como folha que cai valsando ao vento
E alongando a surpresa do chão que irá tocar,
É assim a tua mão, em qualquer tempo,
Quando se faz extensão do teu olhar.

Suspendendo em mim, qualquer certeza,
Alonga, intensifica tanto a surpresa,
Que não suporto a espera e quero voar,
Ir ao encontro da mão, e assim trocar,

O sentido ao movimento,
E apressar o momento
Em que serei o chão…
Da tua mão.

Anúncios

4 Responses to “CHÃO DA TUA MÃO”

  1. Ludovicus Rex Says:

    Belo Poema…
    Um Abraço

  2. papagaio Says:

    Obrigado amigo Ludo…

    Um abraço

  3. grupocaminheirosevora Says:

    Gostei muito. – Poderia ser o chão da minha mão?
    Caminheira

  4. papagaio Says:

    Olá caminheira,

    Claro que podia ser o chão da tua mão! Porque não?

    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s